O tempo de exercício que compensa as horas sentada no trabalho

Não é novidade que ficar sentada o dia todo prejudica sua saúde: passar horas reclusa à mesa de trabalho favorece o aparecimento de doenças crônicas, contribui para o obesidade e até diminui a expectativa de vida. Mas o que talvez você não saiba é que uma revisão de estudos publicada no periódico científico The Lancet analisou dados de mais de 1 milhão de pessoas e encontrou uma maneira de neutralizar os efeitos nocivos desse mal moderno.

Os estudiosos chegaram à conclusão de que, para quem passa oito horas por dia afundada na cadeira, o recomendado é fazer 60 minutos de atividades físicas por dia. Essa uma horinha contribui para eliminar o risco de morte associado ao sedentarismo. Se o tempo que você fica imóvel em frente ao computador for um pouco menor – por volta de seis horas –, então 30 minutos diários de exercício já são suficientes para blindar o organismo.

Antes que você recorra àquela velha desculpa da falta de tempo para ir à academia, nós damos a dica: não é preciso praticar esportes ou treinar muito para garantir o benefício. Os pesquisadores garantem que o conjunto de breves momentos ativos na rotina é suficiente para tirar proveito dessa nova descoberta.

Isso significa que dá para compensar os malefícios de ficar sentada o dia todo no próprio escritório – vale dar uma volta no quarteirão na hora do almoço, usar as escadas em vez do elevador, buscar água no bebedouro que fica do outro lado do andar ou ir até a mesa da sua colega no lugar de discar o ramal. O importante é contabilizar, ao final do dia, o número de minutos recomendado de acordo com o tempo que você passa sentada. Partiu se mexer?

Fonte: boaforma



Comentários

comentários

Deixe um comentário

Nos acompanhe também no FACEBOOK

%d blogueiros gostam disto: